facebook instagram whatsapp
Portal de Turismo de
Garopaba

Garopaba


{{previsaoTempo.dia1.diaSemana}} {{previsaoTempo.dia1.condicao}} min {{previsaoTempo.dia1.minima}} / max {{previsaoTempo.dia1.maxima}}
{{previsaoTempo.dia2.diaSemana}} {{previsaoTempo.dia2.condicao}} min {{previsaoTempo.dia2.minima}} / max {{previsaoTempo.dia2.maxima}}

Apresentação

Não há como duvidar, a natureza foi generosa com Garopaba. Em todo lugar é possível avistar lugares belíssimos e inesquecíveis. A junção de uma rica biodiversidade, geodiversidade e a cultura local compõem um cenário extraordinário. Além da Mata Atlântica; praias, dunas, costões rochosos, lagoas, banhados e restingas enchem os olhos de quem passa por aqui. Não bastasse isso, ainda é possível encontrar registros históricos de povos originários em diversos sítios arqueológicos, expressões, manifestações culturais e artísticas espetaculares.

Com uma área territorial de quase 115,000 km2 e uma população estimada em 23 mil habitantes (IBGE, 2019), somos agraciados por um povo diverso. Pelo nosso território já residiram Sambaquianos, Itararés, Guaranis, Portugueses de Açores, Afrodescentes.

A Enseada de Garopaba  era um ponto de referência aos navegantes da época do início das expedições navais à América do Sul já nas primeiras décadas de 1500. Não é a toa que o povo Guarani deu o nome Garopaba: Enseada de Barcos. (ygara=canoa, barco + paba=paradeiro, enseada).

A ocupação só foi intensificada com a chegada dos imigrantes  das Ilhas dos Açores que foram distribuídos por vários pontos do litoral catarinense e se apoiaram em conhecimentos do povo guarani para se adaptar a sobrevivência em nosso território, sobretudo ao que se refere a alimentação e pesca, a partir do século XVIII

Entre 1793-1795 fundou-se a Armação de São Joaquim de Garopaba, para exploração da pesca da baleia o que foi fundamental para a ocupação de Garopaba e deixou marcas até hoje.

Com o declínio da caça há baleias, a economia se voltou a pesca artesanal e agricultura familiar.Houve várias oscilações e disputa de poder no território até a emancipação em 1961. Porém, a mudança mais impactante na história atual de Garopaba iniciou com a estruturação da rodovia federal, BR-101, atraindo jovens curiosos que acharam descobrir o paraíso. Iniciando um novo ciclo da cidade: o turismo como fonte econômica.

Assim como os primeiros jovens que “redescobriram” Garopaba, esperamos que você se apaixone pelo que temos de melhor: nossos cenários, histórias e, principalmente, nosso povo – acolhedor e simples.

Imagem ilustrativa região turística Encantos do Sul

Encantos do Sul

Colonizada por açorianos, esta região mescla o turismo histórico de Laguna – terra de Anita Garibaldi, com as belas praias de Imbituba e Garopaba, conhecidas internacionalmente pela qualidade de suas ondas. Imbituba ainda oferece a observação de baleias que atrai milhares de turistas de todo o Brasil. Outra opção é visitar, em Criciúma, a única mina de carvão aberta a visitação no país ou se deliciar em estâncias hidrominerais de Gravatal que completam esse incrível roteiro de encantos.

Saiba mais sobre a região Encantos do Sul acessando o
IDMS de Garopaba
Índice de Desenvolvimento Municipal Sustentável
0,000
Borracharia, oficinas, clínicas, farmácias, imobiliárias, guias de turismo, telefones úteis, etc... Conheça o guia completo de serviços de Garopaba.
Saiba Mais

COMO CHEGAR

PRINCIPAIS DISTÂNCIAS